Boas idéias para reciclar vidros em casa

Well, falar sobre como aprender a viver uma vida verde passa, inevitavelmente, pelo princípio dos três “Rs”, ou seja, “reduzir, reutilizar, reciclar”.
A verdade é que existem inúmeros materiais que, mesmo antes de serem reciclados, podem ser reutilizados, ganhando assim uma nova vida sem desperdiçar recursos extras.
Os recipientes de vidro são um exemplo desse tipo de objeto que, antes de ir para o “destino verde”, podem ser reutilizados de várias maneiras.
Para guardar ítens de costura
Aproveite todos os frascos de conservas para reutilizá-los de novo na cozinha. Depois de bem lavados e escaldados com água a ferver, são perfeitos para armazenar, molhos, compotas, doces e mel caseiro.
Esses são meus!
Vejam que idéia simpática que encontrei neste site para os potinhos de geléia
Os potinhos de geléia têm duplo uso: enquanto suas tampinhas xadrezes de vermelho e branco são usadas como porta-copo, seus recipientes transformam-se em copos, com canudinhos e novos rótulos, feitos de papel Kraft, para escrever o nome do convidado.
Expondo vidros comum com muito charme
vidros de azeite
Um frasco de vidro sem tampa é perfeito para guardar e mostrar, com elegância, peças soltas de bijuteria e outros acessórios cintilantes...
Haverá maneira mais criativa e original de exibir fotografias? Isto se chama inspiração. Via
Viram? Consumo consciente não é só uma questão de compras! Muito mais importante é saber escolher e saber reaproveitar, com criatividade, o que já se tem à disposição.
Bom frio e boa semana a todos!

Dona de Casa Possíveis

Foto fonte
A profissão mais antiga e difícil do mundo é ser dona de casa. A mulher trabalha, trabalha e trabalha. Não tem férias, não tem 13º salário, nunca é promovida, dificilmente recebe elogios ou é reconhecida. Não é registrada nem recebe salário, mas tem vários patrões; -marido, filhos, às vezes até os netos dentre outros parentes que possam morar juntos.
Tenho certeza de que todos estão carecas de saber que ser dona de casa é de longe o trabalho mais difícil e importante do mundo. Num trabalho remunerado, apenas para citar um exemplo, qualquer gripinha já é motivo pra faltar, mas a dona de casa não pode faltar, os patões não aceitam atestado.


Está no Congresso um projeto que pode facilitar a aposentadoria das donas de casa de baixa renda. Se esse projeto for aprovado, as donas de casa que completarem 60 anos até 2014 podem conseguir o benefício com menos tempo de contribuição.

Semana passada li uma noticia (de março passado) de que a Senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), hoje ministra da Casa Civil, apresentou um projeto de lei que tenta regulamentar o período de carência para que a dona de casa possa aderir ao regime da Previdência Social e se aposentar a partir dele.

A noticia é boa e com certeza vai ajudar e beneficiar milhões de mulheres de todas as idades, mas ainda é pouco.
Porque vamos combinar heim, mesmo que você seja uma médica dedicada ou uma advogada competente e tiver uma casa, marido ou filhos continua da sua responsabilidade a alimentação e todos os outros cuidados básicos que um lar requer. Oh! Eles (os companheiros) ajudam sim, fazem uma compra de mercado ali, trocam fraldas, pegam a criança na escola, mas não se responsabilizam por pensar e organizar a casa. Não são eles que contratam a faxineira, nem quem passam a roupa, nem quem compra a roupa para as crianças porque o inverno está chegando, cof cof, cof,

Sim as coisas estão mudando e já tá chegando a hora em que o homem que tiver vergonha de lavar a louça vai virar motivo de piada entre os amigos.
Mas a gente precisa muito mais! Os homens não podem só ajudar dentro de casa, eles têm que virar donos da casa junto com as mulheres. Senão o trabalho da mulher vai ser frustrante mesmo, seja no mercado de trabalho, seja dentro de casa. Peloamoorr!
Esse discurso de que a mulher pode tudo hoje em dia não se comprova na realidade prática, e isso não é a minha opinião, são estatísticas muito fáceis de encontrar entre pessoas que você conhece e na internet.
O que eu vejo como problema é que a mulher entrou no mercado de trabalho mas o homem ainda não entrou na casa. Definitivamente eles ainda não assumiram essas responsabilidades domésticas, eles só ajudam e pronto.
O trabalho doméstico não é um favor. É um trabalho que deve ser feito, pode até ser de graça, mas precisa sem encarado pelo casal, homem e mulher. Cuidar de uma casa é vital e educar os filhos é um trabalho complexo e muito valoroso.

Percebo que os relacionamentos familiares andam fora de sintonia com a realidade, acho até que muitas das brigas e desentendimentos entre os casais contemporâneos se dão porque não há cooperação e sim competição. Competição de quem se destaca mais profissionalmente, de quem ganha mais, de quem manda mais, de quem não vai lavar a louça.

Eu demorei anos para ter uma rotina doméstica adequada e continuo aprendendo.

Então vamo lá cumadi, seja uma muié sábia!

Se você não casou ou juntou  ainda: Não se dedique apenas em aprender uma profissão, aprenda tudo o que puder sobre os cuidados de uma casa. Parece que hoje ninguém sabe fazer nada dentro de casa.
Se você já é casada: Seja organizada e tenha dias específicos para cada tarefa. Quando temos disciplina administramos melhor o nosso tempo.
Se você tem filhos pequenos: Ensine-os desde já a serem organizados, eles serão agradecidos a você no futuro ao se sentirem capazes e prontos para cuidar de uma casa e enfrentar qualquer parada. Sozinhos ou do lado de alguém.

E por falar em filhos, quantas de vocês estão ensinando seus filhos a ajudar em alguma tarefa doméstica?
Não estou falando em colocar as crianças pra fazer a faxina, por favor, nada de exageros! Mas em ajudar naquelas coisas simples como secar uma louça, estender o lençol na cama, organizar os brinquedos depois de usá-los... Você já pensou sobre isso?

Para as que não têm filhos proponho um exercício simples. De uma olhada em volta e observem as famílias que conhece. Em alguma delas você vê os meninos ajudando na rotina doméstica? Difícil não é? Cadê a educação respeito e espírito de colaboração? Com esta nova realidade em que pais e mães passam maior parte do dia fora de casa trabalhando, as tarefas domésticas estão virando novamente exclusividade das mulheres ou das empregadas. Olha aí o preconceito de novo. Cof. cof, cof - Depois não reclamem que o machismo se perpetue para todo o sempre . Enquanto as famílias educarem seus filhos para serem príncipes terá esta situação que ainda vigora neste planeta.
É pra fazer pensar não é?

Boa semana para todos.

Inspiração de Santo Antonio

Santo Antonio de pano aqui
Santo Antonio, permita que meu casamento de 20 anos se mantenha desta forma, com companheirismo , amizade, muito amor, muito carinho...
Amém

Esta semana andei trabalhando em novos projetinhos, minha veia artística querendo sair do saindo do armário, já estava com saudades de fazer coisas com as mãos.
Amanha estou indo pro meu mato, sem internet, celular e cheia de saudades da casa, dos cachorros, plantas, do silencio profundo... Obrigada Senhor, Pela sorte que me dás!
Santo Antonio sempre me inspirou e a minha história com ele quem sabe conto outro dia. Hoje quero dividir algumas imagens que reuni essa semana (a maioria delas guardadas no meu pen drive)...
Ah, os detalhes...
Luzinhas...use e abuse
Pequenos detalhes
simples assim
Então...
Obrigada Senhor,
Por tanta sorte que me dás!
Pela luz do meu olhar
Pelo sorriso dos meus lábios
Pela saúde de corpo e do espírito
Pela boa noite de sono
Pela alegria do amanhecer!
yvone

Desejo um lindo mês de junho para todos que passarem por aqui.

Canjica pra que te quero

Obra de Hugo Espíritu Escobar

Está para brotar da terra um alimento mais versátil que o milho. Entre os três cereais básicos que regem a grande parte da alimentação ao redor do mundo trigo, arroz e milho, o grão amarelo que germina das espigas é o mais polivalente.
São inúmeras as receitas criadas com ele: pamonha, polenta, canjica, pipoca, suco, curau, broa, angu, bolo, farinha, sorvete... Ufa. Haja fôlego para enumerar tantos pratos feitos desse alimento tão cheio de significados quanto de sabores.
Hoje quero falar sobre a canjica.
Neste fim de semana recebi a minha filha que mora fora veio nos visitar, como ela estava morta de saudades das comidinhas pediu para que eu fizesse feijoada que, aliás, neste frio é uma super opção (gostosa e engordativa). Para completar a orgia gastronômica resolvi fazer uma canjica para comer fora de hora, antes de dormir ou mesmo para acompanhar o café da manha.
Momento não tem preço!
Não me lembrava da receita e nem ao menos se eu já tinha preparado essa delicia, pelo sim pelo não chamei São Google protetor dos aflitos que sempre nos salva a qualquer instante, e fui à caça da receita. Se eu não soubesse de vários detalhes por experiência ou intuição, minha canjica tinha ido para o lixo.
Tenho reparado que na internet muita gente publica receitas erradas; erram nas quantidades; no modo de preparar; escondem truques... Outros acabam inventando receitas mesmo e nem testam. Tem de tudo... Estamos num mundo em que quantidade vale mais que qualidade é fato. Para quem ainda não tem muito traquejo com as panelas é a morte.
Well, vamos por partes como diria Jack.
Primeiro os ingredientes e as quantidades que usei:
500g canjica – Conhecida também pelo nome de curau, munguzá e em inglês hominy
3,5 a 4 litros de água
01 litro + 250 ml* leite (aproximadamente)
01 lata leite condensado
01 garrafinha de leite de coco
01 pacote de coco ralado
70 Gr amendoim torrado e moído (opcional)
Canela em pau, pó e cravos da índia a gosto

Modis operandi
Coloque a canjica de molho por 2 horas
Despreze a água do molho, lave bem a canjica, acrescente de 3,5 a 4 litros de água fervente e leve ao fogo (em panela de pressão grande) cubra com água, passando 4 dedos do nível
Neste momento você pode acrescentar paus de canela e cravo a gosto
Deixei cozinhar por cerca de 20 minutos.

O tempo de molho e o tempo de pressão são sempre inversamente proporcionais. Quanto mais tempo ficar de molho, menor será o tempo de pressão e vice-versa. Lembrando também que a qualidade da canjica também interfere nesse processo.

Canjica cozida e macia é hora de escorrer a água do cozimento. Mas antes, aqueça bem o leite antes de adicionar. O choque térmico pode endurecer os grãos!
Leite no ponto despeje sobre a canjica e deixe ferver por alguns minutos, mexendo bem até o leite encorpar.
Depois acrescente o leite condensado e o leite de coco (um de cada vez para não esfriar o leite), mexa bem e espere chegar novamente bem próximo ao ponto de fervura.
Por fim acrescente o coco ralado e o amendoim torrado.
A canjica deve ficar levemente cremosa, mas ainda líquida.
Na hora de servir polvilhe canela em pó.

OBS. Cada vez que for esquentar a canjica para servir, deve-se acrescentar um bocadinho de leite quente para não grudar e voltar à textura.
RECEITA COM GARANTIA VIU!

Algumas informações nutricionais sobre a canjica:

O milho de canjica tem alto teor de vitamina A, B1, B2, niacina, potássio, ferro e fibras.
A vitamina B1 (tiamina) é importante para função muscular, sistema nervoso e fornecimento de energia.
A B2, também conhecida como riboflavina, além de participar do metabolismo dos carboidratos, possui atividade antioxidante.
É rica em carboidratos e naturalmente não tem muita gordura.
Para deixá-la mais light evite adicionar amendoim à receita - Cada colher de sopa de amendoim tem cerca de 60 calorias, o que é uma quantidade imensa para um punhado tão pequeno. Mas ai tem o leite de coco, o leite condensado o que aumenta o teor calórico...
Quem pretende controlar a quantidade de calorias, pode optar pelos produtos light, e quem não pode consumir açúcar tem como alternativa os ingredientes diet.
Já os despreocupados com o peso, ou com dietas rígidas podem aproveitar, mas é bom lembrar que o consumo deve ser moderado.
Foto : Milton Moraes Jr.Olha ai uma sugestão quentinha para o final de semana dos namorados.
Frase da semana

"Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisoteá-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia pro jantar".


Visualizações

Arquivo

Categorias